Como funciona a garantia de peças?

Como funciona a garantia de uma peça?

Por lei, todo produto ou serviço tem, obrigatoriamente, uma garantia de pelo menos 90 dias. Quando você escolhe as melhores peças de reposição para o seu carro, é bem comum que esse prazo seja maior. Nesse caso, é chamada de garantia contratual e não é obrigatória.

Qual o tempo de garantia de uma peça de carro?

O Código de Defesa do Consumidor (CDC) determina que a garantia legal para bens duráveis e serviços, como automóveis e manutenção, é de 90 dias. Com o aumento da concorrência, as montadora têm oferecido garantida contratual, além desse período legal, de um a cinco anos.

Qual a garantia de peças usadas?

De acordo com o artigo 26 do Código de Defesa do Consumidor (CDC), todo produto está sujeito à Garantia Legal, com prazo de 30 (trinta) dias para produtos não duráveis e 90 (noventa) dias para produtos duráveis. Os produtos usados seguem as mesmas regras de garantia dos novos.

Como funciona garantia de oficina mecânica?

Pela lei, qualquer serviço que você prestar dentro da sua oficina deve ter uma garantia mínima de 90 dias. Se um cliente não ficar satisfeito com o seu trabalho, seja por não ter atingido o resultado oferecido ou por defeito recorrente, ele pode exigir que você faça tudo de novo.

É INTERESSANTE:  É obrigatório fazer seguro incêndio?

Como funciona a garantia de amortecedor?

Para a validade da garantia o certificado de garantia deve ser preenchido pelo revendedor no ato da venda. O prazo de garantia será contado a partir da data da compra do amortecedor e é uma extensão (i.e. já inclui) do período de 90 (noventa) dias previstos no artigo 26, Código de Defesa do Consumidor (Lei 8078/90).

Como funciona a garantia dos amortecedores Cofap?

Veja a garantia dos produtos COFAP:

  1. Amortecedor Turbogas, Super e PowerShock – Veículos de Passeio. 24 MESES.
  2. Amortecedor para Veículos Utilitários e Linha Pesada. 6 MESES.
  3. Amortecedor SPA. 12 MESES.
  4. Atuador e Cilindro Hidráulico. 6 MESES.
  5. Bandeja. 6 MESES.
  6. Barra de Direção. 12 MESES. …
  7. Barra Estabilizadora. 12 MESES.
  8. Barra de Torção.

Qual a garantia por lei de veículos usados?

O Código de Defesa do Consumidor prevê dois tipos de garantia, a legal e a contratual. … No caso dos veículos usados, a garantia legal é de 90 dias. Portanto, no caso de garantia legal, a revendedora de veículo não pode limitá-la ao câmbio e ao motor.

Qual é o prazo de garantia de um produto?

De acordo com o artigo 26 do Código de Defesa do Consumidor, o prazo para reclamar dos vícios (defeitos) de fácil constatação é de noventa (90) dias para produtos duráveis ., e de 30 dias para produtos não duráveis.

Qual o tempo de garantia de um amortecedor?

O prazo estendido de garantia estabelecido já inclui os 90 dias previstos na Lei 8078/90 artigo 26, do Código de Defesa do Consumidor, e será contado a partir da data da instalação do amortecedor.

Como funciona garantia de celular usado?

O Código de Defesa do Consumidor não faz nenhuma distinção entre o produto novo ou o usado, portanto, o consumidor terá os mesmos direitos que teria se estivesse adquirindo um produto “novinho em folha”.

É INTERESSANTE:  Frequent question: Quem são os segurados individuais?

Qual a garantia de um produto por lei?

Todo produto, por lei, tem garantia, independente de ser oferecida ou não pelo fornecedor. É a chamada “garantia legal”: 30 dias para produtos não duráveis e 90 dias para produtos duráveis. A garantia oferecida pelo fornecedor é complementar à legal: é a “garantia contratual”, oferecida mediante documento escrito.

O que a garantia não cobre?

A garantia não cobre o mau uso pelo consumidor e, regra geral, os manuais de usuários desse tipo de produtos alertam sobre essa questão, portanto, a garantia só cobre defeitos ou vícios do produto (art. 12, III).

O que garantia de um serviço significa?

Diferentemente do que alguns clientes acreditam, a garantia de serviço compreende apenas aquilo que de fato foi trocado e/ou consertado. Dessa forma, se o reparo foi feito no motor, a garantia contempla apenas os defeitos que esse sistema possa apresentar.

Quanto tempo uma moto pode ficar na oficina?

Pequenos períodos de inatividade, 2 ou 3 dias, não são suficientes para causar nenhum problema, mas uma pausa de 5 a sete 7 já favorece alterações. A moto pode sofrer com a ação do tempo e da umidade, além de ter os pneus e outros componentes danificados. Veja abaixo como evitar problemas.

Como funciona garantia de motor e câmbio?

Como o próprio nome sugere, a garantia legal de caixa e motor está prevista em lei e consta no Código de Defesa do Consumidor. Consequentemente, é obrigatória, incondicional e inegociável. Atenção aos prazos: a garantia é de 30 dias para bens e serviços não duráveis, e 90 dias para bens ou serviços duráveis.