O que cobre o seguro incêndio?

O que cobre o seguro contra incêndio?

O seguro incêndio para locação residencial e comercial cobre danos de incêndios e explosões ocasionados por qualquer causa, exceto criminoso. A grande maioria dos incêndios ocorrem por acidentes domésticos com produtos químicos de limpeza, fogões, velas, cigarros e explosão de gás.

Como funciona o seguro contra incêndio?

Com o seguro incêndio, o dono do imóvel fica coberto caso algum incêndio danifique sua propriedade. É uma forma de prevenção que faz com que o contratante tenha ajuda de pessoas especializadas para solucionar a situação.

Qual o valor do seguro incêndio?

Estima-se que, aproximadamente, o valor seja 1% do valor do imóvel, se o contratante pagar de forma anual. Embora haja a possibilidade do parcelamento mensal deste custo, se preferir. Entretanto, o valor do seguro incêndio varia entre os imóveis.

Quem deve pagar o seguro contra incêndio?

O ideal é que você sane suas dúvidas enquanto o contrato é formulado, assim nenhuma das partes é lesada. A Lei do Inquilinato diz que a obrigação de pagar o seguro contra incêndio é de responsabilidade do locador, porém abre uma brecha quando oferece a possibilidade de ser descrito em contrato o contrário.

O que o seguro residencial não cobre?

Saiba o que o seguro residencial não cobre

É INTERESSANTE:  O que o porto seguro cobre?

objetos de valor, como obras de arte, joias e raridades; bicicletas; falhas de projeto na construção do imóvel; má conservação, ou seja, degradação do apartamento.

Como contratar seguro incêndio?

Como é a contratação do seguro incêndio? Para a contratação de um seguro contra incêndio, na verdade o que se contrata é uma cobertura contra incêndio. Isso ocorre porque não existe um seguro específico para esse fim. Portanto, inicialmente, você deve ter um seguro empresarial ou residencial.

Como é calculado o seguro incêndio?

Exemplo: Imóvel de locação de R$ 5.000,00; Valor mensal (1) do Seguro incêndio: R$ 55,00; R$ 55,00 / 5.000 = 0,011 x 100 = 1,10%.

O que precisa para fazer um seguro residencial?

Quais documentos preciso pra acionar o seguro residencial?

  1. Comunicação de Aviso de Sinistro.
  2. CPF ou CNPJ.
  3. Comprovante de residência do imóvel segurado.
  4. Contrato do seguro.
  5. Especificação detalhada dos seus prejuízos.

Sou obrigado a pagar seguro de incêndio?

Sim! A Lei do Inquilinato determina que o seguro incêndio na locação é obrigatório. E, de uma forma ou de outra, isso faz com que a importância de uma imobiliária intermediando a locação seja ainda maior. Afinal de contas, é ela quem irá garantir que a lei seja cumprida.

Como funciona o seguro de apartamentos?

O seguro residencial básico sempre irá cobrir o imóvel em caso de incêndio, queda de raio ou explosões, de acordo com o Idec. Ele será calculado a partir do valor do apartamento ou casa e de uma estimativa de custo dos bens que o integram. … Junto ao seguro, o cliente pode escolher também contratar assistências 24 horas.

Quem deve pagar o seguro do imóvel alugado?

A Lei do Inquilinato diz que, na prática, fica sob responsabilidade do locador (proprietário do imóvel alugado) custear o valor do seguro residencial, embora também esteja nessa mesma lei que essa decisão pode ser deixada a cargo contratual.

É INTERESSANTE:  Quando perde a condição de segurado?

Quem paga a taxa de incêndio proprietário ou inquilino?

Assim como no caso do IPTU, a Lei do Inquilinato permite ao locador transferir ao locatário a responsabilidade pelo pagamento do seguro contra incêndio do imóvel, desde que isso seja expresso no contrato de locação. Ou seja, inquilino paga taxa de incêndio quando estiver previsto em contrato.