Quais são as coberturas de um seguro de carro?

O que o seguro de automóvel não cobre?

A maioria dos motoristas contrata a cobertura compreensiva ou total contra colisão, incêndio e roubo. … Já para garantir os danos com a saúde dos ocupantes do próprio veículo, o motorista pode contratar um seguro de acidentes pessoais de passageiros, que cobre morte, invalidez permanente e despesas médico-hospitalares.

Quais são as coberturas de um seguro de automóvel?

Entre as principais coberturas básicas do seguro de carro podemos listar: Colisão, abalroamento, capotagem ou derrapagem; Queda de qualquer objeto externo sobre o veículo segurado, como pedras, vasos, etc; … Roubo ou furto parcial ou total do veículo.

Qual seguro de carro cobre tudo?

O seguro compreensivo também é conhecido como seguro total ou seguro completo e é o produto que oferece as coberturas mais amplas que o auto e roubo, por exemplo. A cobertura compreensiva ou completa cobre o segurado em casos de colisão, incêndio, furto, roubo e danos causados pela natureza.

Como funciona cobertura de seguro?

As coberturas do seguro de carro funcionam como um tipo de proteção ou benefício que a sua seguradora oferece para cada tipo de sinistro. Funciona mais ou menos assim, quando você contrata uma cobertura está na verdade contratando uma proteção para um risco que você pode correr.

É INTERESSANTE:  É considerado segurado obrigatório da Previdência Social?

Em que casos o seguro não paga?

O que fazer se a seguradora negar a indenização? Se a seguradora não pagar a indenização do seguro auto e não houver acordo entre as partes, será necessário entrar com uma ação judicial para garantir os seus direitos. Esse processo pode ser longo e demorado, e você precisará de um advogado.

O que o seguro não cobre?

Podemos citar o mau uso do carro, uma exposição deliberada a grandes riscos e o desgaste natural do veículo como exemplos do que o seguro não cobre. Imagine a seguinte situação: seu carro está com inúmeros problemas porque você trafegou com ele na areia da praia. Os danos não serão cobertos pela seguradora.

O que o seguro de carro porto seguro cobre?

O Porto Seguro Auto oferece diversas opções de coberturas entre elas: Cobertura Compreensiva (Colisão, Incêndio, Roubo/Furto) – cobertura para dano parcial ou integral ao automóvel por colisão, incêndio ou roubo/furto.

O que é uma cobertura compreensiva?

Compreensiva: inclui colisão, derrapagem, capotagem, ato danoso praticado por terceiros, alagamento, enchente, vendaval, granizo, raio, terremoto, incêndio, explosão, roubo e furto total ou parcial, entre outros.

O que o porto seguro cobre?

Cobertura básica: danos físicos ao bem em decorrência de incêndio, raio ou explosão; impacto de veículos e na tentativa de roubo. Coberturas opcionais: subtração do bem, garantia internacional, extensão de garantias para acessórios e danos elétricos.

Quais os tipos de cobertura de seguro?

“As seguradoras oferecem hoje três tipos de cobertura: a de Casco, a de Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos e a de Acidentes Pessoais de Passageiros”, responde a apresentadora. A cobertura de Casco cobre total ou parcialmente os danos provocados por colisão, roubo, furto, incêndio e alagamentos.

É INTERESSANTE:  Qual o melhor banco para fazer seguro residencial?

Quando temos que pagar a franquia do seguro?

Quando é necessário pagar a franquia do seguro de carro? A franquia do seguro deve ser paga apenas em conserto realizado no veículo do próprio cliente, e se o dano for parcial e passível de conserto. Nesse caso, ele deve pagar o valor da franquia, que é determinado de acordo com cada empresa.

O que é o valor da franquia do seguro?

Franquia é a participação que todo segurado tem nos prejuízos de um acidente que envolva o seguro. Este valor é descontado na indenização que a seguradora paga pra você. Dá uma olhada nesse exemplo que vai ficar bem facinho de entender: você bateu o carro e o conserto vai custar R$ 10 mil.

Como funciona o seguro em caso de roubo?

O seguro funciona da seguinte maneira: em caso de roubo ou furto, você é indenizado pelo valor acordado previamente, que pode ser o valor de mercado referenciado ou outro pactuado entre você e a seguradora. Mas lembre-se que algumas seguradoras só reconhecem o seguro contra roubo se a perda é total.